Afinal, é preciso ser MEI para trabalhar como Planejador Financeiro Pessoal?

Eu te diria que é o ideal. Assim você reduz a carga tributária, se comparada com nota como pessoa física, quando for emitir a nota de serviço ao cliente. 

Assim como falado no tópico anterior, o planejador financeiro pessoal é chefe do seu próprio negócio.

Consequentemente você precisa formalizar a entrega de seu serviço, assim você se mantém dentro da lei e pode atender tranquilamente.

Durante o desempenho da profissão você precisará emitir notas fiscais, declarar imposto de renda, entre outras funções cuja maneira mais barata e prática é se tornando um MEI legalizado.

 Sem contar que o MEI te garante benefícios previdenciários que um trabalhador informal não possui, como:

  • Aposentadoria por idade: para mulheres aos 60 anos e homens aos 65 anos. Sendo necessária contribuição mínima de 180 meses, a contar do primeiro pagamento em dia.*

    Especialmente para esse benefício, a regra válida é que as contribuições do MEI para a aposentadoria nunca se perdem, ou seja, não importa se o empreendedor tiver parado de contribuir em algum momento;
  • Auxílio doença ou invalidez: São necessários 12 meses de contribuição. O benefício se aplica nos casos de acidente de qualquer natureza ou se o MEI sofrer de alguma enfermidade que o impeça de exercer sua atividade;
  • Salário maternidade: sendo necessárias 10 contribuições para que o MEI tenha direito ao pagamento. O MEI do sexo masculino também tem direito ao benefício no caso de falecimento da mãe.

* A contribuição citada acima é uma taxa mensal paga para regularização de seu Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) atualmente encontrada com o valor de R$ 50 reais, mais R$ 7 a 9 reais da unificação dos impostos federais (imposto de renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL).

Gostou? Tem mais!

Se você quiser saber mais sobre o que faz um planejador financeiro pessoal na prática, além de tirar outras dúvidas como:

confira em nosso Blog e tire todas as suas dúvidas aqui nos comentários.

Por fim, não esqueça de garantir sua vaga no curso de Formação de Planejadores da Real Cultura Financeira e atender imediatamente seus primeiros clientes.

2 comentários

    • Bom dia Ana Flávia, tudo bem?

      Os CNAE disponíveis são:

      i. 82.11-3/00 – Serviços combinados de escritório e apoio administrativo.

      ii. 85.99-6/04 – Treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial.

      iii. 82.19-9/99 – Preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo não especificados anteriormente.

      iv. 70.20-4/00 – Atividades de consultoria em gestão empresarial, exceto consultoria técnica específica.

      Hoje os Planejadores aqui da Real Cultura Financeira usam estes, nós os recomendamos!

Escrever um comentário